MAVERICK GT V8 & GT4

O Maverick GT V8 302 foi um sucesso desde o seu lançamento. Era o desejo e o sonho de consumo de uma multidão.

Como o bloco era fundido em V daí o apelido "V8".

Outro fato bem interessante era o termo motor "canadense" fazendo uma alusão ao Canadá onde a Ford tinha uma fábrica de motores, mais precisamente na cidade de Windsor quase na divisa com os USA.

Estes blocos eram enviados ao USA onde era feita a montagem interna e enviados para o México e Brasil faltando uma série de acessórios como motor de arranque, alternador, mangueiras e outros.

A versão esportiva GT (Gran Turismo) surgiu juntamente com o lançamento dos demais modelos Super e Super Luxo em 1973. Entre as principais diferenças estavam as rodas mais largas, detalhes da pintura e claro o motorzão V8 fazendo deste modelo o mais potente da linha Maverick.

Fase I
Na chamada fase I o maverick GT era conhecido por sua pintura em preto no centro do capu e nas faixas laterais onde trazia a escrita 302 V8 sendo essa sua marca registrada. Além disso havia os boatos de que durante os testes de velocidade o capu costumava abrir e daí a introdução dos grampos de fixação na ponta do capu (travas). Segundo alguns especialistas nas pistas os grampos eram mais fáceis de ser manipulados durante as paradas de boxes e para o uso no dia a dia tinha apenas o caráter estético mesmo.

Vale ressaltar que os mavericks GT V8 mais raros de se encontrar hoje em dia são os que vinham com 03 marchas na coluna de direção.



Fase II

Em 1977 com a chegada da fase II o maverick GT sofreu mudanças estéticas como a retirada dos grampos do capú, utilização de novo volante, nova grade, mesma do LDO, porém pintada de preto.

Houve a extinção do emblema da grade, entradas de ar falsa no capu, novo grafismo lateral e traseiro, nova calota e também as novas lanternas traseiras grandes (toda em plástico).

No caso dos frisos nos anos de 78 e 79 os frisos do contorno das portas também foram extintos, sendo o contorno das portas pintados de preto. O friso do capú continou pois era padrão para todos os modelos.

A maior surpresa também ficou por conta da criação do modelo GT4 dotado de motor 4cc 2.3 OHC.




:: PRINCIPAIS DETALHES DO MODELO

:: VOLANTE

No caso do maverick GT foram usados 3 tipos de volante conforme mostrado abaixo:


Fase I - 1973 a 1975/1976
Mesmo volante do modelo Super

Fase II - 1976 a 1977/1978
Clássico volante de 3 raios.

Fase II - 1978 e 1979
Mesmo volante usado na versão LDO


:: CALOTAS

No caso das calotas do GT também houve mudança entre as fases conforme modelos abaixo:


Fase I - 1973 a 1976
Mesma do Super com pintura em preto

Fase II - 1977 a 1979
Fundo preto com letras FORD em prata

:: EMBLEMAS

O emblema da grade conforme já dito só foi usado somente na Fase I (73 a 76) e na Fase II (77 a 79) foi extinto com a chegada da nova grade com gomos retangulares maiores dispostos na vertical. Mesma grade do LDO porém toda pintada em preto


Emblema da grade do GT - Fase I


Na lateral havia além da escrita maverick a clássica bandeirinha quadriculada famosa nos modelos GT. Havia também um emblema com essa bandeirinha fixada na tampa do porta-luvas conforme fotos abaixo:


Emblemas laterais GT

Emblema GT da tampa porta-luvas


:: GRAFISMOS LATERAIS

Também no caso dos grafismos laterais houve 03 tipos de grafismos sendo dois para o modelo V8 e outro para o modelo GT4 como podemos ver abaixo:


Fase I - grafismo lateral V8

Fase II - grafismo lateral V8

Fase II - grafismo lateral GT4


:: TRASEIRA DO CARRO

No caso do grafismo do painel traseiro do modelo também temos 03 tipos sendo duas para o modelo GT que na fase I tinha lanternas com acabamento em alumínio e na Fase II para os modelos V8 e GT4 com lanternas maiores em plástico conforme mostrado abaixo:


Fase I - grafismo do painel traseiro do V8
Detalhe para a escrita FORD na lateral da lanterna esquerda


Fase II - grafismo do painel traseiro
A grafia FORD está na parte superior na tampa do porta-malas



:: CAPÚ

Como já dissemos, houve mudanças estéticas nos capús do modelo. Na Fase I tinha presilhas e já na Fase II o destaque ficou por conta das entradas de ar falsas como vemos abaixo:


Capú do GT - Fase I

Capú do GT - Fase II


:: ACESSÓRIOS DO MODELO

Os principais acessórios opcionais a venda para os modelos GT eram o rélogio do console e o famoso conta-giros que era instalado na coluna direção e tinha uma charmosa simetria com os mostradores do painel. Lembrando que para os modelos GT com V8 o conta-giros tinha 6 mil RPM e para os modelos GT4, motor 4cc, tinha 8 mil RPM.


Conta-giros modelo GT

Relógio do Console


:: INTERIOR DO CARRO

Na foto abaixo dá pra você ver alguns detalhes internos como estofamento, volante e emblema do porta-luvas.


Detalhes do Interior do Maverick GT


Para saber detalhes sobre os motores deste modelo clique aqui



Fontes de Pesquisa:
Internet, fontes próprias e o excelente livro: Maverick: Um Icone dos 70 - Autor: Paul Willian Gregson (editora alaúde)