Comparando os Mavericks. PARTE I – Detalhes Internos

RESUMO DA HISTÓRIA

Originalmente o projeto Maverick tinha o codinome Delta, apresentado no esboço por Virgil M. Exner Jr, que foi contratado pelo chefe da Ford Division Studio Joe Oros em fevereiro de 1967 partindo de um subprojeto do Thunderbird como podemos ver em algumas semelhanças na figura aabaixo.

Codiname: Delta (Maverick)

 

O projeto foi aprimorado por Tom Tjaarda e apresentando oficialmente no dia 17 de Abril 1969.

Entre a ideal inicial de 1967 e o design final os seguintes estudos foram feitos:

 

O chassis foi aperfeiçoado com base no antigo Ford Falcon.

O carro foi produzido oficialmente no USA/Canadá (69-77), Brasil (73-79), México (71-74) e montado na Venezuela (72-74).

O veículo foi equipado com as variações de época dos motores 6cc (170/184/200/250) e motores V8 (302) e exclusivamente no Brasil tambem com motor 4cc (OHC) a partir de 1975.

Nos USA o carro vendeu mais de 2.090.000 e ao todo conforme alguns estudos chegou aí na casa de 2.300.000 unidades levando em conta todos os modelos e países onde foi produzido.

A Ford já previa a sua retirada precoce do mercado americano até 1975, porém continuou até 1977 sendo substituído pelo horrível Ford Fairmont.

Fairmont. Substituto do Maverick no USA

 

No Brasil, foi produzido foi produzido de 1973 até 1979 e sendo substituído pelo horrível Corcel II.

Corcel II. Substituto do Maverick no Brasil

 

Para maiores detalhes históricos, clique no link e visite o blog do nosso amigo Juninho Maverick: Maverick Na História

 

MODELOS: USA / CANADÁ

STD (Standard), Grabber, Sprint, Stallion e LDO (Luxury Decor Option).

 

* Variações não oficiais no USA – Maverick Runabout Convertible e o esquisito Maverick Drag N’ Fly.

* Observação: O modelo 4 portas passou a ser produzido no USA a partir de 1971.

MOTORES DISPONIVEIS:

6CC = 170-cub 69-70 (only 14weeks)

6CC = 200-cub 70-77

6CC = 250-cub. 71-77

V8 = 302-cub. 71-77

PRODUÇÃO:

Is not available informations about the canadian production.

 

MODELOS: BRASIL

Super, GT, Super Luxo, Bicolor, Quadrijet, GT4 e LDO.

 

* Variações não oficiais no Brasil – Perua Maverick, Maverick Centauro, Maverick Kit Spoiler, Maverick 5000R e Pick-up Maverick.

 

MOTORES DISPONIVEIS:

6CC = 184-cub BF161-3000 – 73-75

4CC = 140-cub. OHC – 75-79

V8 = 302 cub. 73-79

PRODUÇÃO:

 

MODELOS: MÉXICO / VENEZUELA

Ford Falcon Maverick e Shelby Maverick.

MOTORES DISPONIVEIS:

6CC = 200-cub – 71-74

V8 = 289-cub / 302-cub/ 429-boss – 72 (±300 unid)

PRODUÇÃO:

* Não consegui dados a respeito da produção no México e Venezuela.

 

COMPARATIVOS ENTRE OS MODELOS:

Para o lançamento do Maverick no Brasil, foram realizadas 921 modificações para se adequar ao mercado Brasileiro.

Foram inúmeras modificações e entre as principais características que distinguem os modelos, quero destacar:

– DETALHES DO INTERIOR

– DETALHES DO EXTERIOR

– PUBLICAÇÕES ANTIGAS

Vale ressaltar que não sou expert em maverick americano e vou dar opinião baseada na minha experiência dos anos em que vendi peças americanas e sobretudo todas as montagens de peças gringas que fiz em meu carro.

Portanto, as falhas que houver, peço apoio aos amigos especialistas de plantão. Então vamos lá!

 

DETALHES INTERNOS:

As diferenças entre os dois modelos são bem expressivas uma vez que o nosso modelo nacional praticamente não herdou absolutamente nada do modelo americano.

E para provar isso veja os comparativos:

Cores e Interiores:

Os mavericks no USA vinham com inumeras cores incluindo os famosos tecidos dixie nos bancos.

Normalmente também com os carpetes combinando com os interiores que foram disponibilizados nas seguintes cores:

Com todas estas opções não há como negar o quanto é bonito o interior dos modelos americanos:

 

No Brasil, os interiores em sua maioria saíram em preto, com exceção dos modelos LDO que saíram com interior em marrom.

O catalogo da Ford traz ainda as cores vermelho, azul e cinza nos quais particularmente eu nunca vi um original. O azul só vi por fotos.

Além disso há algumas combinações de aplique e tecido Dixie nas edições especiais.

Porém, sem sombra de dúvidas, os modelos de bancos nacionais são bem bonitos, como o clássico picolé, muito também em função da tradição aqui do cambio no assoalho, bem diferente da tradição americana do cambio na coluna com bancos inteiriços.

Tanto os nacionais quanto americanos, nos modelos duas portas com banco inteiriço, os mesmos são bipartido conforme foto abaixo:

 

Tabelier do Painel:

A primeira grande diferença está painel de instrumentos. O painel do maverick americano possui ar condicionado embutido, porta luvas mais largo e abaixo do tabelier do carro.

Além disso, os controles do ar condicionado estão em conjunto com o ar quente próximo a chave do farol e limpador.

 

No Brasil, o ar condicionado era oferecido como opcional, conhecido popularmente como “gela saco” e em sua maioria fornecido pela Gelibrás.

Incompatibilidades. Praticamente nada, exceto a chave de controle do ar quente, chave do farol, chave do limpador e o dash podem encaixam no nosso tabelier.

Os demais itens como difusores do ar, gaveta do porta luvas não servem.

Os itens compatíveis mencionados aqui eu uso no meu carro e encaixaram tranquilamente

 

Volantes:

Com relação nos modelos americanos foram utilizados 03 tipos de volantes ao longo toda produção conforme podemos ver abaixo:

O último modelo de volante ja era bastante usado em várias pickups Ford no final dos anos 70.

E podemos ver aqui no Brasil o irmão gêmeo dele nas Pampas/Belina. Lá no USA os volantes acompanham as cores dos interiores.

Já no Brasil, foram vários modelos de volante, sendo os dois primeiros herdados dos modelos americanos para a linha do Fase1.

 

Porém, aqui no Brasil temos o clássico volante de 3 raios do GT fase 1. Já na fase final da produção do maverick, foi incorporado o volante fase II também modificado e utilizado na linha Landau e posteriormente Corcel II.

Somente na linha LDO  é que o volante acompanhou a cor do interior.

 

Forros de Porta e Puxadores:

No Brasil os forros de porta foram divididos em fases e modelos sendo um tipo de forro para cada um. Com a mudança para fase II em 77 os forros tambem mudaram:

 

Assim como no Brasil, na chamada mudança de fase no USA a partir de 74 também houve algumas mudanças nos forros de porta, porém sem muitos modelos como no Brasil:

 

Já os puxadores de porta, estes sim sofreram uma mudança radical quando comparamos os puxadores nacionais com os americanos, especialmente na chamada fase II de lá:

Com relação as bases e encostos de 70-73 no USA, você consegue comprar do Ford Ranchero, Gran Torino e Cougar que são os mesmos.

 

Espelho retrovisor:

Este item também é completamente diferente do nosso aqui.

No Brasil, o espelho retrovisor tem dupla função. Além do retrovisor é claro, recebe os pinos do guarda sol enquanto que no modelo americano o espelho retrovisor é colado diretamente no parabrisa assim como nos carros atuais.

 

Caso resolva importar um retrovisor americano obrigatoriamente terá tambem que comprar a base. Portanto incompátivel com o nacional, separadamente.

 

Quebra sol:

Sem sombra de dúvidas, o guarda-sol americano dá de 100 x 0 no nacional em função da alta qualidade da costura dupla e a vantagem de você conseguir todas as peças em separado para reparo.

O guarda-sol nacional tem a base de plastico que resseca e quebra com o tempo e você não encontra estas bases a venda no mercado.

As hastes americanas além de metálicas ainda são cromadas.

E foi depois da compra de uma replica extremamente mal feita que comprei no mercado livre, que assim que chegou joguei no lixo, que resolvi trazer do USA e valeu cada centavo.

 

Sei que o dólar está extremamente alto no momento, mas este item sem sombra de dúvidas vale o investimento.

 

Luz de Teto:

Os mavericks americanos possuem a luz de teto quadradas, enquanto as nacionais são redondas herdadas do Corcel I.

 

Não tente comprar uma americana e achar que serve aqui no Brasil porque não serve. Te digo isso porque comprei e tomei no rabo.

 

Console central:

Aqui demos um show quando comparamos os modelos. Esta é uma peças mais lindas de nosso modelo. Mas não se engane que lá também não teve um console.

Assim como aqui, o console de lá oferecia um relógio e era vendido como opcional para a linha Grabber e aqui a partir do cambio no assoalho saiu de linha para todos os modelos, oferecendo opção com ou sem relógio.

 

Eu fiz uma vasta pesquisa porém não consegui encontrar nenhuma foto com o console americano instalado no carro.

 

Acionamento do Câmbios opções:

No USA a grande maioria dos mavericks saíram com acionamento na coluna, quase todos com cambio automático, raras excessões do 6cc cambio no assoalho e do Luxury (LDO) com acionamento no assoalho.

 

No Brasil, foram oferecidas diversas opções de acionamento do cambio como por exemplo os primeiros V8 com 03 marchas na coluna, os 6cc com 04 marchas na coluna, os V8 automáticos com 03 marchas na coluna,  04 marchas no assoalho para 0s V8 e 4cc e por ultimo os automáticos com cambio no assoalho com cambios C3 e C4.

Além houve raros casos do maverick 6cc com cambio no assoalho opcional de fábrica.

 

Painel de Instrumentos e Comandos:

Os comandos do maverick mudam muito do modelo americano para o nacional. Como dissemos, as chaves de comando de lá são mais completas do que aqui incluindo os controles do ar condicionado e desembaçador. Alem disso, as chaves de farol e limpador vem com dizeres logo abaixo.

No USA a velocidade é medida em Milhas (120) e o nosso em KM (200).

Um diferença também é a inclusão do luz de freio de mão no painel americano.

Eu trouxe um painel desse de lá e levei varios dias para desenvolver um sensor que fizesse o aviso do meu freio de mão funcionar no painel.

Deu trabalho mas ficou legal.

 

E se tratando de painel e instrumentos, não poderia deixar de mencionar sobre uma das peças mais lindas que é o nosso contagiros.

Uma peça fantástica só lançada aqui. O visual dela ao centro é agressivo e fenomenal.

Nessa os americanos ficaram no chinelo.

 

Rádio:

Assim como no Brasil, os rádios utilizados tanto aqui como no USA são da marca Philco.

Porém somente nos modelos 70-74. Os rádios da ultima fase do maverick americano não são compatíveis com os rádios nacionais pois são mais largos e mais altos que os nacionais.

Eu sei porque comprei um e tive que cortar na lata do meu carro para instalá-lo.

 

Emblemas Internos:

No caso dos emblemas, no USA o padrão é bem simples com apenas um emblema para todos os modelos, situado na lateral direita do tabelier, exceto no modelo Luxury (LDO).

Aqui no Brasil, para os modelos super luxo, GT e LDO cada um com seu emblema respectivo.

Como observação, o emblema do super luxo é bem parecido com o modelo americano, porém menor um pouco e sem o chifrinho caracteristico dos modelos americanos.

* Observação: O modelo super nacional não possui emblema interno.

 

Cintos de Segurança:

Os cintos são abdominais tanto nacionais quanto americanos. Porém, os cintos americanos são retráteis e inclusive com sensor que acusa no painel.

 

Eu já trouxe um par de cintos americanos em 2013 e daí com a falta de tempo e pelo fato de meu carro ser 4 portas, optei por vende-los e comprei 06 unidades dos clássicos Five Star.

No USA você tem uma infinidade de modelos de cintos a venda no mercado, tanto abdominais quando 3 pontos, incluindo kits exclusivos para maverick. Agora é esperar o dólar abaixar.

 

Forros de Teto, Carpetes e Tapetes:

No mercado americano você encontra a venda todos os tipos de carpetes nos padrões originais do maverick, forros de teto disponíveis em Tier Grade e Moon Crater, além de tapetes de altissima qualidade.

Os meus tapetes vieram de lá e até hoje anos depois estão perfeitos pois são emborrachados por baixo e cabelo de nega por cima.

 

Aqui infelizmente temos poucas opções, algumas importações custando o olhando da cara e as réplicas mal feitas.

Bom esperamos ter esclarecido algumas dúvidas com relação a parte interna entre os dois modelos.

 

FONTES DE PESQUISA:

Ford Maverick.com

Love Maverick

Performance Ford

 

PARCEIROS:







Join Waitlist We will inform you when the product arrives in stock. Please leave your valid email address below.