Adicionar à lista de espera We will inform you when the product arrives in stock. Just leave your valid email address below.
Email Quantity We won't share your address with anybody else.

Motor 4cc 2.3 OHC

 

motor_maverick_4ccO Carro

Dois anos depois de lançar o Maverick de 6 e 8 cilindros no mercado brasileiro, a Ford do Brasil apresentava o modelo de 4 cilindros em meados de 1975.

Com o novo motor e outras alterações mecânicas, o Maverick tornou-se mais econômico e mais estável.

As alterações de interior também fizeram dele, um carro mais confortável.

O novo motor foi projetado na Europa e apresentado em fins de 1970 para equipar os carros Cortina, Capri, Taunus e Granada, sendo produzido na Inglaterra e Alemanha. Tinha 2 litros de cilindrada, mas foi reprojetado em vários detalhes e teve a cilindrada aumentada para 2,3 litros.

Em 1973 passou a ser produzido nos Estados Unidos, e, em meados de 1974, passou a ser fabricado no Brasil, para ser fornecido / exportado como equipamento básico dos Mustang II, Ford Pinto e Mercury Bob-Cat nos EUA e no Canadá, já na Argentina equipava o Ford Taunus.

No Brasil, passou a equipar em série os Maverick, as Rural e os F-75.

Este motor foi fabricado até 1996 com algumas alterações, saindo inclusive no Ford Explorer.

O Motor

O novo motor com 4cc (2.3 OHC – Overhead Camshaft), dispostos em linha, desenvolve 99 HP SAE (declarado pela FORD por causa de impostos) a 5.400 rpm, e proporciona ao carro uma velocidade máxima de 155 km/h com um consumo médio de 9,1 litros de gasolina. Possui comando de válvulas no cabeçote, sistema de alimentação “cross-flow” (admissão de um lado e escapamento de outro).

É um dos mais modernos conceitos em motores porque permite maior aproveitamento dos gases, melhorando o rendimento e diminuindo o consumo. A embreagem, monodisco a seco, foi substituída por outra, do tipo “chapéu chinês” com 216mm, que dá maior eficiência ao conjunto em função do maior número de rotações do novo motor.

Tecnicamente este motor é tão bom que a base dele foi usada até 2004 na FORD Ranger 2.3.

O câmbio também foi todo reprojetado, permitindo um engate mais preciso e aproveitamento mais racional do motor. Também está colocado mais a frente e por isso a alavanca de mudanças é reta. O eixo cardã foi alongado e rebalanceado.


Ficha Técnica – Maverick 4cc

Motor:
4 cilindros em linha, dianteiro, quatro tempos, comando de válvulas no cabeçote, acionado por correia dentada, válvula de admissão e escapamento no cabeçote acionadas diretamente pelos balancins apoiado em tuchos hidráulicos.

Cilindrada: 2.300cm³
Diâmetro x Curso: 96,4mm x 79,4mm
Potência Máxima: 99 HP (SAE) a 5.400rpm
Torque Máximo: 16,9mkgf a 3.200 rpm
Velocidade Máxima: 155 km/h – de 0 a 100 km/h em 15,3 segundos
Taxa de Compressão: 7,8:1

Sistema de Refrigeração:
A água, com bomba centrífuga, radiador e bomba termostática.

Embreagem:
Monodisco a seco tipo “chapéu chinês” acionamento mecânico

Transmissão:
4 marchas a frente (alavanca no assoalho)
Tração traseira, diferencial com relação de 3,92:1. Câmbio de 4 marchas à frente todas sincronizadas e uma à ré. Alavanca de mudanças no assoalho.

Relação:
3,596:1 / 2,378:1 / 1,531:1 / 1,00:1. Ré 4,229:1

Direção:
Mecânica, tipo esferas recirculantes. Redução: 22,1:1

Carroceria:
Construção integral tipo monobloco.

Suspensão:
Dianteira: independente, com triângulo superior, braços simples inferiores, barras tensoras diagonais, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos de dupla ação, e barra estabilizadora. Amortecedores telescópicos de dupla ação, tensores longitudinais e barra estabilizadora.
Traseira: eixo rígido, molas semielípticas longitudinais, amortecedores hidráulicos telescópicos de dupla ação.

Freios:
A disco nas rodas dianteiras, do tipo autoventilado, e a tambor nas rodas traseiras de acionamento hidráulico.
Freio de estacionamento mecânico atuando nas rodas traseiras.

Pneus e Rodas:
Rodas de aço estampado com aro de 14 polegadas e tala de 5 polegadas, pneus 6,95″ S14, do tipo convencional.

Sistema Elétrico:
12 volts com alternador – sistema convencional.

Dimensões:
Entre eixos: 2,619m
Largura: 1,791m
Comprimento: 4,555m
Altura: 1,346m
Distância mínima do solo: 17,3 cm

Peso:
1.274 kg (aferido)